A gravidez é uma das fases mais importante e especial na vida de uma mulher. Por conta disso, é preciso manter alguns cuidados muito antes da concepção. O ideal é começar o acompanhamento médico antes que ocorra a gravidez, para se preparar e fazer todos os exames necessários como sorologias, hemograma, dosagens hormonais,  urina,  Papanicolaou, colposcopia e ultrassonografia para garantir que a mãe e o bebê não corram nenhum risco de saúde.

Segundo a Dra. Erica Mantelli, após os resultados dos exames é hora da mãe investir em suplementação. “Toda mulher que deseja ter um filho precisa redobrar a atenção, principalmente com a alimentação. A gestante precisa consumir ácido fólico – uma vitamina do complexo B presente em espinafre, brócolis, vegetais de folhas verde-escuras, fígado, frutas cítricas e gema de ovo. A deficiência dessa vitamina pode causar uma má-formação do tubo neural do bebê que está iniciando o seu desenvolvimento dentro da barriga da mãe”, afirma.

 

Para conseguir levar a diante uma gravidez, a ginecologista e obstetra Erica Mantelli listou sete dicas para você futura mamãe se preparar para a gravidez. Confira:

1. Pré-natal
É importante que a mulher faça um bom pré-natal para garantir uma gestação tranquila. A escolha do obstetra e do ginecologista deve ser levada em consideração, o bom relacionamento entre o médico e  a gestante é fundamental em todo os meses da gravidez.

2. Alimentação
Muitas mulheres se preocupam tanto com a alimentação nessa fase que param de comer certo tipo de alimento. O ideal é fazer uma dieta que inclua verduras, legumes e frutas, carboidratos (de preferência integrais), proteína -que pode vir do peixe, da carne, do frango, dos ovos, de castanhas ou sementes — e também leite e laticínios em geral.

3. Faça atividade física regularmente
A atividade física na gestação melhora o humor com a liberação da serotonina. Se você já está acostumada a se exercitar, mantenha a caminhada leve, desde que se sinta confortável.
A atividade física auxilia no controle do peso, menor risco de diabetes gestacional, hipertensão arterial e de problemas com coluna. Mas, antes de fazer qualquer atividade, consulte o seu médico.

4. Não se automedique
É importante não tomar nenhum tipo de remédio antes de consultar o seu médico. Além disso, na primeira consulta durante o pré-natal informe o seu médico quais são os medicamentos que você toma com frequência e pergunte se o remédio irá fazer mal a saúde do seu bebê.
O ideal é antes mesmo de engravidar já substituir os medicamentos e cosméticos por aqueles que são permitidos na gravidez, para que não prejudique o bebê desde as primeiras semanas.

5. Cuidado com o consumo de cafeína
O consumo de café, chás, refrigerantes devem ser reduzidos na gestação. O seu excesso pode contribuir para o baixo peso do bebê.

6. Pare de fumar e beber
Lembre-se que gestantes fumantes correm um risco maior de abortamento espontâneo, de parto prematuro e de ter um natimorto. O ideal é parar de fumar antes mesmo de engravidar, porém, se não conseguir tente reduzir o número de cigarros por dia, qualquer redução pode salvar a vida do seu bebê.
Em relação ao álcool, o seu excesso pode ser responsável por várias causas desde dificuldade para aprender até problemas congênitos. Procure não beber nessa fase.

7. Descanse
O cansaço e o sono também podem interferir no bebê. Técnicas de relaxamento como ioga, alongamentos e massagem ajudam a reduzir o estresse e colaboram para você dormir melhor.

Fonte: http://entretenimento.r7.com/blogs/mammy-em-dobro/cuidados-no-inicio-da-gravidez-20140606/

2017 © Copyright - Dra. Erica Mantelli | Ginecologista e Obstetra
CRM-SP 124.315 | RQE 36685

   

Design by formulaideal